Os benefícios do inglês para crianças

O aprendizado de uma segunda língua na infância pode ser o diferencial que garantirá um bom futuro para o seu filho.

Falar inglês é uma exigência do mundo moderno. O idioma se tornou necessário principalmente em função da globalização e da urgência proporcionada pela internet e pelas novas tecnologias.

Os benefícios do inglês para crianças envolvem diversas questões, que vão desde o desenvolvimento até a conquista de melhores vagas de emprego em suas vidas adultas.

Desenvolvimento na infância

Já na infância são percebidas as vantagens do estudo de uma segunda língua. Na década de 1960 os psicólogos Elizabeth Peal e Wallace Lambert, da Universidade McGill, no Canadá, aplicaram testes verbais e não verbais a crianças bilíngues e não bilíngues e perceberam um rendimento superior em diversos aspectos nas que dominavam dois idiomas.

Cérebro bilíngue

Estudos recentes analisaram os cérebros de crianças recém-nascidas e identificaram que todos os bebês vêm ao mundo com a capacidade de falar qualquer língua humana.

Nas crianças que ouvem diferentes línguas desconhecidas desde o nascimento foi registrada uma maior atividade neurológica, o que, segundo a neurocientista norte-americana Laura Ann Petitto, da Gallaudet University, pode auxiliar no aprendizado de outros idiomas ao longo de toda a vida.

Pessoas que falam duas línguas apresentam maior atividade neuronal nas áreas pré-frontais do cérebro que estão relacionadas principalmente a três habilidades: memória operacional, flexibilidade e inibição cognitiva e funções executivas.

A memória operacional é a responsável pela manipulação de informações para sua compreensão, a flexibilidade cognitiva é a habilidade de adaptação do indivíduo a contextos diversos e as funções executivas estão envolvidas no desenvolvimento cognitivo, acadêmico e social.

O desenvolvimento dessas habilidades reflete em toda a formação da criança, contribuindo, especialmente, para o seu aprendizado acadêmico.

Os bilíngues utilizam seus mecanismos de atenção mais vezes que os monolíngues e ainda trabalham melhor em situações de tomada de decisão, como mostrou pesquisa realizada pela Universidade de Granada, na Espanha.

Dominar um segundo idioma influencia no desenvolvimento da linguagem e no desenvolvimento cognitivo geral, em especial pela alternação do uso das línguas, que melhora as faculdades de função executiva, segundo Naja F. Ramirez, da Universidade de Washington e autora principal de estudo publicado no Developmental Science.

Em artigo para o jornal britânico The Telegraph, a professora da Moreton First Prep School, Catherine Ford, relatou que estudos da Universidade de Harvard confirmaram que o ensino de inglês para crianças aumenta as habilidades de pensamento crítico, criatividade e flexibilidade.

Os estudos também apontaram que crianças que aprendem uma segunda língua possuem desempenho melhor do que as que não estudam em testes verbais e também matemáticos, indicando o aprendizado de uma segunda língua não apenas como uma atividade linguística, mas também cognitiva.

Quanto mais cedo melhor

A capacidade de aprender uma nova língua é maior na infância e os fatores são diversos:

-Crianças têm mais tempo e esforço para aprender, uma vez que adultos têm outras tarefas a executar;

-A motivação da criança para se encaixar é maior;

-Os hábitos de pronúncia e gramática da primeira língua da criança estão menos enraizados, tornando mais fácil assimilar uma segunda língua.

A infância é a fase de maior aprendizado do ser humano. A criança descobre, diariamente, um mundo novo e por isso esse também é o melhor momento para introduzi-la no estudo do inglês.

É na infância que assimilamos melhor os sons e as pronúncias, bem como a gramática. Também é nessa fase que aprender o inglês não é uma obrigação, mas uma diversão!

Sem confusão

Muitos pais têm um questionamento em comum: não é confuso para a criança aprender um segundo idioma sem sequer falar fluentemente a sua própria língua materna? Não!

O aprendizado do inglês na infância se dá de forma lúdica, trabalhando, também, com situações concretas.

Não é uma simples aula de tradução, mas sim um momento em que a criança aprende a identificar objetos, assimilar vocabulário, ter respostas corporais e aumentar o seu repertório para, junto de seu desenvolvimento natural, tornar-se fluente naquela nova língua.

A criança muitas vezes não se sente em uma aula, mas sim em uma grande brincadeira de aprender!

Mundo sem fronteiras

Além dos benefícios para o aprendizado, não podemos nos esquecer de que o mundo mudou e possui a cada dia menos fronteiras e mais pluralidade, realidade que transformou a língua na principal ferramenta para quebra de barreiras para o conhecimento.

Desde a geração Y, que representa a geração nascida na década de 1980, o ensino e o aprendizado têm se transformado.

A tecnologia avançada e a internet têm proporcionado às novas gerações novas formas de busca do conhecimento e acesso a informações, sendo elas majoritariamente pelo ambiente virtual.

E qual língua dá mais acesso ao mundo do que o inglês? Nenhuma!

Segundo dados da 18ª edição do Ethnologue: Languages of the World, divulgadas no jornal Washington Post, o inglês é a língua que dá acesso a mais países, num total de 101 nações.

Também é em inglês o maior número de publicações de artigos científicos e também são os artigos em inglês que atraem mais citações, segundo dados da biblioteca eletrônica de artigos científicos SciELO Brasil.

Portanto, o inglês é o diferencial que vai permitir que o seu filho viaje pelo mundo com independência, que ele estude em instituições internacionais, alcance oportunidades de emprego em multinacionais brasileiras ou estrangeiras e ainda que ele tenha acesso a toda a informação possível, podendo mergulhar nesse verdadeiro universo cultural!

Aprenda com quem sabe ensinar

O ensino do inglês para crianças vai além da capacidade infantil e é muito influenciado pela preparação da escola que vai inserir uma nova língua na rotina do seu filho.

É importante que os professores sejam capacitados e que a instituição ofereça uma estrutura diferenciada para potencializar as habilidades infantis.

 

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *