Fale com a gente pelo Whatsapp Fale com a gente pelo Whatsapp

12 coisas que você provavelmente não sabia sobre o casamento da rainha da Inglaterra

Foi em 20 de novembro de 1947 que a rainha Elizabeth II subiu ao altar com o príncipe Philip. Ainda princesa na época, a cerimônia foi, como de costume na realeza, grandiosa. 

Completando 73 anos de casados neste ano de 2020, eles têm um histórico de dedicação um ao outro e às funções reais que é admirável. 

Conta-se que eles se encontraram pela primeira vez em um casamento, em 1934, passando a trocar cartas após um segundo encontro, em 1939. O noivado foi secreto, em 1946, e a relação só foi oficializada publicamente em 9 de julho de 1947.

Aqui não entraremos na relação, mas sim em alguns fatos sobre a cerimônia de casamento e sobre a história que construíram ao longo dessas mais de sete décadas de matrimônio. 

Descubra agora 12 coisas que você provavelmente não sabia sobre o casamento da rainha da Inglaterra! 

1-O casamento foi no dia 20 de novembro de 1947, na Westminster Abbey, em Londres, com 2 mil convidados, sendo transmitida por rádio para mais de 200 milhões de ouvintes em todo o mundo;

2-A então princesa Elizabeth foi o 10º membro da família real britânica a se casar na Westminster Abbey, onde seus pais também oficializaram sua união;

3-O príncipe Philip é filho do príncipe Andrew da Grécia e da princesa Alice de Battenberg, portanto, nasceu príncipe Philip da Grécia e da Dinamarca. Embora ainda muito conhecido como príncipe, o casamento com a rainha lhe deu o título de duque de Edimburgo, pelo qual é oficialmente tratado;

4-A aliança de casamento foi feita a partir de uma pepita de ouro galesa e tem uma inscrição que só três pessoas conhecem: a própria rainha, o seu marido e a pessoa que fez a gravação na jóia;

5-Já o anel de noivado foi feito de platina e diamantes que pertenciam a uma tiara da mãe do príncipe Philip;

6-O vestido da noiva foi desenhado por Sir Norman Hartnell, com bordados feitos com cristais e mais de 10 mil mini pérolas. Só a cauda tinha 4,5 metros de comprimento;

7-Na época, o país vivia um grande racionamento em função da Segunda Guerra Mundial, por isso a rainha precisou juntar seus cupons de racionamento para pagar pelo seu vestido. Ela também teve a ajuda do governo, com mais 200 cupons. A população foi generosa enviando seus próprios cupons para ajudar a rainha, mas ela precisou devolver, pois aceitá-los seria ilegal;

8-A tiara usada pela noiva, chamada de “Queen Mary Fringe Tiara” tem uma história própria. Ela era um colar, dado como presente de casamento pela rainha Victoria à rainha Maria, em 1893. Em 1919 ela a tornou conversível entre um colar e uma tiara e algum tempo depois deu a joia para sua nora, a rainha Mãe. A peça então chegou às mãos da rainha Elizabeth II, que a usou em seu casamento. A peça chegou a quebrar quando a monarca a colocava e foi preciso consertá-la com rapidez para a cerimônia;

9-Cerca de 2.500 presentes foram dados ao casal pelo casamento. Uma exposição no Palácio de St. James foi realizada com os itens;

10-O bolo oficial tinha 4 andares e quase 3 metros de altura, sendo decorado com os brasões das duas famílias e monogramas dos noivos, além de outros detalhes;

11-A lua de mel foi em Broadlands e Balmoral;

12-Elizabeth II foi a primeira monarca britânica a alcançar as bodas de diamante em seu casamento. Agora, ao completar 73 anos de união, ela tem 93 anos de idade e o príncipe Philip, 99, sendo ele o consorte mais longevo da história da monarquia britânica. 

E você? Tem alguma história interessante de casamento para contar? Escreva aqui nos comentários. Nós queremos saber! 

1 comentários em “12 coisas que você provavelmente não sabia sobre o casamento da rainha da Inglaterra

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *