Como falar inglês? Dicas para melhorar a pronúncia!

Como falar inglês? Dicas para melhorar a pronúncia!

Estudar um novo idioma exige dedicação e cuidado. Afinal, estamos sujeitos a vícios de linguagem que carregamos junto com o nosso idioma nativo.

Para quem quer melhorar a performance no inglês, seja para a vida pessoal, acadêmica ou profissional, é preciso ter cuidado com alguns detalhes importantes, principalmente na pronúncia, comumente tida como o cartão de visitas do falante nesses contextos.

Isso porque algumas empresas e bancas acadêmicas solicitam que uma parte da entrevista seja realizada em inglês, para medir o grau de entendimento e conhecimento do idioma por parte do profissional. 

Pensando nisso, decidimos criar um conteúdo que irá mostrar as melhores dicas para melhorar a sua pronúncia e te ajudar a ter um excelente desempenho em testes orais da língua inglesa.

1. Treine sua audição

O primeiro passo para melhorar a sua pronúncia é treinar a sua audição. É preciso que, para que você fale corretamente em um outro idioma, que você consiga identificar as nuances da pronúncia dos sons mais frequentes e de palavras-chave, para aprender a reproduzir esses detalhes com maior consistência  e tornar a sua dicção ainda inteligível.

Quanto mais você tiver contato com o idioma e acostumar a sua audição, melhor. Nesse sentido, ouvir músicas em inglês pode ser uma ótima maneira de ir treinando os ouvidos para conseguir interpretar melhor aspectos mais específicos do idioma.

2. Assista filmes e séries em inglês

Para melhorar a sua pronúncia e o seu entendimento da língua inglesa, é interessante assistir filmes e séries em inglês. A ideia é que você se atente às expressões e à pronúncia para conseguir reproduzir da melhor maneira possível quanto estiver praticando uma expressão, uma palavra ou um som específico que pareça mais desafiador.

Conhecer uma nova língua exige estar em contato com ela, e para que isso aconteça, a forma mais simples é usufruir desses conteúdos.

Para conseguir melhorar a pronúncia com filmes e séries, é importante assistir esses conteúdos sempre no idioma em inglês e, se possível, voltar quando alguma palavra ainda não for entendida.

Esse exercício irá te ajudar não só a treinar a sua audição, como também a descobrir qual é a pronúncia mais adequada daquela palavra que talvez esteja te confundindo o que você nunca imaginou que pudesse ser dita daquele jeito.

Opte sempre por séries e filmes que possuam diálogos em um ritmo semelhante ao que falamos. É comum a velocidade da fala variar de acordo com a região/cidade dos nativos. Por isso, produções que retratam os dias de hoje podem servir melhor de modelo de uso da língua, que você poderá colocar em prática em oportunidades reais de uso do idioma com maior facilidade do que se estivesse assistindo apenas a produções de época ou em contextos muito específicos.

3. Grave algumas frases em inglês

Uma outra forma de melhorar ainda mais o seu rendimento em inglês é gravando algumas frases. Dessa forma, é possível analisar como está a sua pronúncia e o que precisa ser melhorado com urgência.

Essa estratégia também ajuda a identificar as suas maiores dificuldades e criar um plano de ação para resolvê-as com sua rotina de estudos.

No início, pode ser estranho fazer essa atividade, principalmente na hora de ouvir os áudios. É perfeitamente normal estranharmos a nossa voz quando nós nos ouvimos em uma gravação. No entanto, com o tempo você irá ter mais facilidade para melhorar a compreensão da língua e descobrir onde estão as maiores dificuldades na sua pronúncia.

Caso você tenha o auxílio de um professor ou algum amigo que possui maior fluência na língua, solicite que ele te ajude a apontar os pontos que precisam ser melhorados e trabalhados. Experimente gravar um pequeno texto, procure saber onde melhorar, estude, grave-se novamente depois de um tempo e veja se você é capaz de notar o seu progresso.

4. Cante

Cantar também é uma excelente maneira de melhorar a pronúncia. Tenha a letra em mãos e cante junto com o ritmo. Com certeza, essa estratégia irá te ajudar, não só com a pronúncia correta de alguns sons ou palavras específicas, como também com a maneira como devemos enfatizar certas palavras em uma frase, que merece atenção, já que o português e o inglês têm formas bastante diferentes de enfatizar uma palavra em uma frase.

Opte por uma música de que você gosta e já conhece o ritmo. Depois, tente cantar junto, lendo a letra atenciosamente. Isso irá te ajudar não só a melhorar a pronúncia, uma vez que você estará cantando junto e terá auxílio do vocalista original, como também a melhorar a escrita e leitura, graças à letra em mãos. Você poderá aprender sobre expressões e uso de vocabulário, o que poderá te dar mais confiança ao buscar se comunicar com alguém em inglês 

É comum encontrarmos todas as áreas de estudo (ouvir, falar, ler e escrever) envolvidas nas mesmas atividades. Afinal, elas caminham juntas: uma boa pronúncia é resultado, também, de uma boa desenvoltura nessas áreas de estudo, uma vez que você conhecerá as palavras porque não saberá apenas como pronunciá-las mas também como ouvi-las, lê-las e escrevê-las.

Pratique com os amigos

5. Pratique com os amigos

Tem algum amigo que também está estudando a língua inglesa? Aproveitem para praticar juntos! É comum haver o sentimento de vergonha no início, mas lembre-se de que os dois estão aprendendo e que, sem prática, você demorará muito mais tempo para alcançar os seus objetivos.

Por isso, essa prática é fundamental. Ela pode acontecer não só na fala, com conversas feitas apenas em inglês, como também na forma escrita, através de mensagens de texto.

A forma escrita também é importante porque, ao lermos uma palavra, é comum que a pronunciemos  mentalmente, o que ajuda também no exercício de pronúncia e leitura correta dos termos.

6. Fique de olho no sotaque

Como dito anteriormente, nós carregamos o nosso sotaque e outros vícios de linguagem junto com o nosso idioma nativo.

No entanto, na hora de pronunciar em inglês, é preciso ficar de olho nesse detalhe: o seu sotaque pode existir, afinal de contas ele é o que te identifica como falante de inglês como segunda língua. Entretanto, ele não pode dificultar o entendimento do que está sendo dito. Dessa forma, é preciso ter cuidado e ter em mente  se o seu conhecimento fonológico de um falante do português está causando algum impedimento na comunicação ou não na transmissão da sua mensagem.

Esse detalhe também pode ser observado tanto no exercício de conversação com amigos e professores, quanto na gravação de frases.

Identifique quais são os detalhes do seu sotaque que podem estar impedindo que você seja melhor compreendido e pratique sempre com atenção, garantindo que você tenha cada vez mais controle da forma como as coisas estão sendo ditas.

7. Faça um bom curso de inglês

O curso de idiomas não pode ficar de lado. Com ele, é possível aprimorar não só a compreensão, como também a pronúncia e a escrita.

O acompanhamento profissional também é capaz de dar ainda mais insumos para que o estudante desenvolva todas as suas habilidades, identifique seus maiores desafios e, com base nisso, foque naqueles detalhes que estão impedindo a evolução dentro da pronúncia da língua inglesa.

Os professores das escolas de idioma trabalham com didáticas capazes de reforçar ainda mais o aprendizado e o domínio do conhecimento por parte do aluno.

Independente da finalidade do seu curso de idiomas, uma coisa é certa: uma escola de tradição como a Cultura Inglesa é a melhor opção para aprender de verdade com os melhores professores do mercado.

E se você é professor de inglês e deseja aprofundar seus conhecimentos e ter mais confiança para ensinar pronúncia em sala de aula, temos o curso Phonology for Teachers para você.

Acesse nosso site e confira os cursos disponíveis!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *