Fale com a gente pelo Whatsapp Fale com a gente pelo Whatsapp

Saiba por que a rainha Elizabeth II poderia não ter se tornado rainha

Quando se trata da realeza, os caminhos para que cada pessoa ocupe sua posição podem ser tortuosos. 

A princípio, a rainha Elizabeth II não seria rainha, mesmo que nascida na família real britânica. 

Todo o processo seguiu os protocolos, mas  parece que o destino deu uma ajudinha para que ela subisse ao trono. 

Casos de Família

Primeiro, vamos situar a situação familiar de Elizabeth II. 

Ela é filha do rei George VI, que por sua vez era filho do rei George V. 

Só que George VI tinha um irmão mais velho, o rei Edward VIII, portanto, ele não era o primeiro na linha de sucessão. 

Quando o rei George V morreu, o tio da rainha Elizabeth II, o rei Edward VIII, assumiu o trono, mas abdicou da função em menos de um ano, para viver sua paixão por Wallis Simpson, uma americana divorciada, o que para a sociedade da época foi um escândalo. 

Foi por isso que o pai da rainha Elizabeth II, George VI recebeu a coroa e, após a sua morte, em 1952, a rainha Elizabeth II se  tornou rainha. 

Assim a mulher que ocupava a terceira posição na linha de sucessão, se tornou uma das rainhas mais importantes de toda a história do Reino Unido e do mundo, com recordes impressionantes (https://culturainglesamg.com.br/blog/7-recordes-da-rainha-da-inglaterra/). 

Neste outro post, nós te contamos mais algumas curiosidades da monarca que há 68 anos é a lider do Reino Unido: https://culturainglesamg.com.br/blog/7-coisas-sobre-a-rainha-elizabeth-ii-reveladas-no-documentario-our-queen-at-war/

Ela poderia não ter sido rainha, mas nitidamente tem exercido seu papel com excelência! 

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *